Américo Neves - Art Design Interiores

Loading...

sábado, 2 de outubro de 2010

História do Mobiliario Hepplewhite

Mobiliário Hepplewhite
George nunca atingiu a popularidade do estilo Chippendale, só ganhando notoriedade após sua morte, quando sua viúva publicou o seu Cabinet-maker and Upholsterer's Guide. Ele tinha sido aprendiz na maior casa de fabrico de mobiliário da província Gillow de Lancaster. Em 1760 teve uma oficina em Londres, onde popularizou o uso do pau-cetim e foi o líder de uma reação para maior delicadeza de linhas e proporções. Como conseqüência, seus móveis eram às vezes demasiados frágeis.

Hepplewhite empregou enormemente como ornamentação, pinturas e marchetaria e suas figuras clássicas mostravam o estilo da pintora suíça Angélica Kauffman. A marchetaria ele utilizava sincômoro, pereira, cerejeita, ébano e outras madeiras. Happlewhite fabricou toda espécie de mobiliário, destacando-se suas cadeiras cujos espaldares tinham cinco formas: oval, escudo, coração, roda e camafeu. As pernas eram sempre retas, quadradas ou redondas, afinando para baixo. A parte superior do espaldar da cadeira em escudo tinha uma curva em serpentina muito usada por ele em mesas, cômodas e consoles. Ele também colaborou com Adam, produzindo o mobiliário Adam-Hepplewhite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário